19/12/2020 às 10h30min - Atualizada em 19/12/2020 às 10h30min

Palma Sola entre as melhores do Estado

Por meio do Concurso “Cartões de Natal”, a APAE conquistou o 1º lugar na classificação do Extremo-Oeste e o 2º lugar no Estado

Da redação
O Natal está se aproximando e a Federação das APAEs de Santa Catarina já o celebrou, premiando alunos de todas as localidades, por meio do Concurso “Cartões de Natal”, organizado pela Coordenadoria de Arte e Cultura. Na região, todas as entidades que fazem parte do público-alvo puderam participar, onde apenas a de Palma Sola se destacou, e por meio da estudante Kamila Pele, conquistou o primeiro lugar na classificação do Extremo-Oeste e o segundo na do Estado.
Segundo a professora Lucia Tártaro, em média 15 apaeanos do município participam. “Todos confeccionaram seus cartões em casa e enviaram para o WhatsApp da professora Cleci, que foi a responsável por classificar apenas um, assim como as outras APAEs, também escolheram apenas um. Esse concurso acontece todos os anos, mas essa é a primeira vez que estamos entre os melhores colocados”, explica esclarecendo que o desenho era livre, podendo ser de lápis ou tinta, tendo apenas como exceção o uso de glitter.
“Foi uma grande alegria saber que uma aluna da nossa escola ficou entre os melhores de Santa Catarina, inclusive pelos prejuízos que a pandemia trouxe para a escola e os alunos. Vários apeanos que poderiam ter participado não conseguiram, pois não tinham materiais e internet em casa. Para os próximos anos, desejamos chegar em primeiro”, comenta parabenizando todas as APAEs que participaram.
 
“Orgulho da casa”
Essa é a afirmação da mãe Silvana, quando questionada sobre a conquista da filha. “É a primeira vez que a Kamila participa desse concurso, e para nós, é uma grande conquista saber que ela ficou entre os melhores. Ela é um orgulho pra nossa família, saber que diante tantas dificuldades ela conseguiu ir tão longe”, destaca ressaltando que na classificação estadual, o cartão da Mila concorreu com outros sete, sagrando-se em segundo.
“Ela conquistou 136 pontos, sendo que o primeiro lugar fez 138.20. O desenho foi totalmente feito por ela, apenas a orientei nas cores e contornos. Como eu faço pinturas em toalhas, desenho muitas flores e significados natalinos, e acho que isso foi uma inspiração para ela, pois seu desenho está completo de flores”, acrescenta.
 
História
Kamila tem 28 anos e participa da APAE desde sua fundação. “Aos dois anos, ela apresentou dificuldades no desenvolvimento e na fala. Antes de conseguir o atendimento na cidade, a levávamos até Francisco Beltrão, onde ela recebia todo o tratamento que precisava; essas idas e vindas duraram aproximadamente três anos. Foi na época em que a Nair Jabornik era prefeita que conseguimos trazer o atendimento fonoaudióloga para a cidade. Ela nos apoiou e pudemos reunir todos as crianças que apresentavam dificuldades [foram 38]”, relembra Silvana.
Segundo ela, na época, os atendimentos eram realizados numa sala do antigo hospital, onde o Dr. Silvio cedeu o espaço, enquanto a Administração pagava as demias despesas. “Em meio a isso, fundou- se a APAE aqui no município, onde hoje é a Clínica Vida, e daí para frente a Kamila sempre frequentou. Hoje as dificuldades dela é na alfabetização e na comunicação, pois sua idade não condiz com seu desenvolvimento; porém, ela recarrega suas energias na pintura, nos desenhos, e sempre está muito ativa, dedicada e feliz”, finaliza.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »