18/07/2020 às 08h38min - Atualizada em 18/07/2020 às 08h38min

Os desafios de 2020

Coluna de opinião do jornal impresso

Falar sobre potencialidades e planejamento da nossa região é um assunto deveras fascinante o progresso e desenvolvimento, não deveria ser tema discutido somente em ano eleitoral. No entanto esse é um assunto que vem a tona nessa época e mais ainda em tempo de pandemia. Não há  interesse próprio, não da minha parte, pois não sou candidato a nenhum cargo e tampouco sou cabo eleitoral. Meu interesse é pelo que será proposto pelos candidatos este ano, O que estiver mais a altura dos desafios de 2020 certamente terá mais chances  sobre o tema esse é  o interesse do colunista e cidadão que vos escreve.
Semanalmente segundo algumas informações a população vem diminuindo em nossa cidade. Como morador desta cidade de Flor da Serra do Sul me parece um tanto vazia essa informação. Já que neste tempo de pandemia tudo está em câmera lenta.
Quanto ao desenvolvimento do município e da região, talvez não ande na velocidade desejada. Mais é importante pensar no planejamento que, a meu ver é uma das prioridades, tempos atrás falei sobre Energia Solar e eólica que acredito será a fonte de energia do futuro, ou melhor, já está sendo no presente, ambas renováveis. Somos um País ensolarado praticamente o ano inteiro, e com regiões de ventos constantes, capazes de gerar energia eólica, caso da nossa região cuja exploração já se dá em Palmas, isso falando somente do estado do Paraná.
Outro desafio é á geração de novos empregos. O que terá que ser criado ou qual a proposição aos empresários que os levem a atrair novas empresas e se interessar a se estabelecer em nossa cidade?
Um ponto a ser considerado, é o de hotelaria e outros locais onde possam se hospedar os que por aqui transitam.
Moramos num corredor turístico que não explora seu potencial, somos passagem para o Paraguai e Argentina e outros países, bem como outros estados, no entanto não dispomos de um leito se quer onde os transeuntes possam se hospedar. Quem por aqui chega ou passa precisa hospedar-se nas cidades vizinha á nossa.
Tornar a cidade hospitaleira, aconchegante e acolhedora é obrigação de todos, porém mais especificamente dos poderes: Legislativo e Executivo, os quais têm o dever de estar atentos aos sinais dos tempos e ao crescimento da sua região.
Independentemente de nosso querer, os dias se sucedem, o mundo gira, e a vida passa quem  não fizer parte do momento, não vai ver  a carruagem passar e não tomará  parte na história. E esse é um desafio já que vivemos um momento histórico sem precedentes.
 
Reinaldo Guimarães
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »