25/09/2020 às 10h45min - Atualizada em 25/09/2020 às 10h45min

Municípios de circulação do Sentinela possuem renda de R$ 38,1 mil

Uma pesquisa intitulada “Onde estão os ricos no Brasil?” foi divulgada pela FGV. Na região, Campo Erê está no topo da lista, representando uma renda média mensal de R$ 7,9 mil

Da redação
Ainda na semana passada, uma pesquisa inédita intitulada “Onde estão os ricos no Brasil?” foi divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O estudo analisou os rendimentos declarados pelas pessoas físicas no Imposto de Renda referente ao ano de 2018, em todos os municípios brasileiros, além dos dados do Tribunal de Contas da União (TCU), juntamente da estimativa populacional, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019.
A pesquisa teve como objetivo identificar a localização geográfica dos grupos mais abastados ao longo do território nacional. Nas capitais brasileiras, o topo do ranking é composto por Florianópolis, Vitória e Porto Alegre. Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro não estão entre as três primeiros colocados, entretanto, o estudo mostrou que o cenário seria diferente se a análise fosse dividida por regiões administrativas.

Região
Nos municípios de circulação do Sentinela, Campo Erê está no topo da lista, representando uma renda média mensal de R$ 7,9 mil, onde 11,15% da população é declarante do Imposto de Renda. Na classificação geral, o município aparece em 266, entre os 5.570 municípios brasileiros. Na sequência aparece Anchieta, com 10,27% da população declarante e uma renda média mensal de R$ 6,4 mil. Na classificação, o município está em 953.
Logo depois, vem São José do Cedro, onde os dados mostram que 11,14% da população é declarante, representando uma renda de R$ 6,1 mil. Na classificação, o município aparece em 1.145. Com a mesma renda mensal do município cedrense, Flor da Serra do Sul, aparece em 1.189. Entretanto, apenas 6,34% da população é declarante, o que mostra que a distribuição da riqueza é desigual e não reflete a situação da maioria, estando concentrada em poucas famílias.
Na sequência temos Guarujá do Sul, que possui 10,27% da população declarante, representando uma renda mensal de R$ 5,8 mil. Na classificação, o município está em 1.515. Já Palma Sola, aparece em 1.437, representando a mesma renda média mensal que o município guarujaense, meramente 8,31% da população é declarante, o que reflete o mesmo problema de Flor da Serra do Sul.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »