02/10/2020 às 08h36min - Atualizada em 02/10/2020 às 08h36min

Pandemia duplica uso de internet

Segundo o técnico em informática, Douglas Pelisser, o impacto foi imediato e representou um incremento na contratação de banda larga

Da redação
Ao mesmo tempo em que alguns setores viram as demandas diminuírem por conta do isolamento, condicionado pela pandemia, outros tiveram que dar conta de significativo aumento. Os provedores de internet estão entre os que viveram essa revolução e, num curto espaço de tempo, precisaram se adaptar para atender as necessidades dos clientes.
Com operação no Oeste de Santa Catarina, a MKA Telecom foi um dos provedores que sentiu essa mudança de comportamento do consumidor. Segundo o técnico em informática, Douglas Pelisser, representante da empresa no município de Palma Sola, o impacto foi imediato e representou um incremento na contratação de banda larga de internet. “Desde o início da pandemia, quando foi anunciada a necessidade do distanciamento social, o consumo de megabits por segundo duplicou”, comemora.
 
Consumo elevado
Douglas explica que o aumento se dá, em grande parte, pelo fato das pessoas permanecerem em casa e, automaticamente, consumirem mais informações e conteúdos via internet. Ele cita, por exemplo, o consumo de vídeo e áudio online – o chamado streaming –, uso de aplicativos, jogos e aulas online.
“A maneira de consumir mudou. Percebemos que das 19h às 22h o pico de internet explodiu. Temos, tranquilamente, estrutura para suportar essa elevação, pois estamos utilizando menos de 50% da nossa capacidade”, esclarece frisando que as vendas aumentaram também no setor de informática. “Nos dois primeiros meses de pandemia, vendi muitos computadores e outros aparelhos. Com o passar dos dias, as vendas foram ficando estáveis novamente, mas continuam muito boas”, acrescenta.
 
Adaptação
Paralelo a essas questões, o técnico em informática cita a digitalização das empresas, onde muitas, para manterem suas operações, precisaram migrar para mundo digital. “Investimentos e mudanças que estavam previstas para três ou cinco anos precisaram ser implementadas imediatamente”, enfatiza. A exemplo de curiosidade, o aumento no consumo de internet foi mundial e exigiu adaptações por parte dos grandes players do mercado. O YouTube, por exemplo, que fazia o carregamento dos vídeos de forma automática, em full hd ou 4k, hoje carrega os vídeos em 480 pixels.
 
Dicas
Para o consumidor, a dica é, com exceção do celular, usar uma rede cabeada dentro de casa. Ainda, evitar conexões em plataformas duvidosas ou não oficiais e manter os equipamentos atualizados. Segundo o técnico, isso vai garantir a qualidade e estabilidade da banda contrata.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »