04/01/2021 às 08h37min - Atualizada em 04/01/2021 às 08h37min

“Foi um ano difícil, mas de muitas conquistas”

A análise é do primeiro prefeito reeleito de Guarujá do Sul, Cláudio Júnior Weschenfelder, quando avalia 2020 e suas dificuldades

Da redação
Estando entre os prefeitos mais novos da região, Cláudio Júnior Weschenfelder, é o primeiro a se reeleger em Guarujá do Sul. Com 33 anos, conduz o município com resplandecência e serenidade, e não se cansa de fazer contas e analisar o desempenho da Administração. Mesmo com a queda na arrecadação, por decorrência da pandemia, Claudinho comemora as principais conquistas do ano, como a aquisição de vários veículos para as Secretarias, o início das instalações na nova Área Industrial, sendo mais de R$ 3 milhões em investimentos viabilizados dentro deste ano e o estabelecimento da Coasul no município.
 
Qual é a sua avaliação de 2020?
Foi um ano marcante. Entre tantos planejamentos e metas, nos deparamos com uma pandemia, que me exigiu muito. Passei muitas noites sem conseguir dormir, mas, mesmo assim, estive muito focado em meus objetivos. Muitas ações, em prol dos munícipes, tiveram que ser abordados. Além disso, tive uma grandiosa notícia, que foi de ser pai neste ano. Uma dádiva, que vem para me ensinar a lutar e vencer os desafios com mais garra e entusiasmo. A vitória nas eleições também está entre as coisas boas que me aconteceu, sendo hoje, o único prefeito reeleito no município.
 
Quais foram as conquistas deste ano?
Mesmo sendo um ano de muitas adversidades, tivemos diversas realizações no município. Com indicação de algumas emendas, conseguimos fazer uma série de investimentos, como adquirir veículos para as Secretarias, maquinários para a Agricultura e realizar algumas obras relacionadas ao abastecimento de água das comunidades interioranas. Ainda há um volume de obras acontecendo, e que se estenderão até o final deste ano. Além disso, temos o início das instalações na nova Área Industrial, sendo mais de R$ 3 milhões em investimentos viabilizados dentro deste ano e o estabelecimento da Coasul no município.
 
Como avalia o trabalho realizado pelas Secretarias?
Num conjunto, mesmo com as dificuldades, todas conseguiram atender a expectativa da população. Estamos trabalhando a todo vapor para que tudo continue como o esperado. Em geral, por mais que tenhamos alguns aspectos contrários, faço um balanço muito positivo de todas as Secretarias.
 
Haverá mudanças no secretariado?
Sim, em algumas pastas. Como encerramos um ciclo, precisamos dar oportunidades a novas pessoas e novas ideias, tendo assim novos gestores nos auxiliando.
 
Como destaca a sua gestão?
Destaco de uma forma muito especial, a condição de fazer uma administração pública de forma humana, calorosa e olho no olho, com muito diálogo e presença do povo dentro do órgão público. Estamos conseguindo levar a prefeitura para os bairros e comunidades, e assim permitindo que todos possam participar das atividades.
 
Há algo que precisa ser modificado?
Precisamos estar sempre melhorando, e buscando novos recursos para a melhoria do nosso município. Precisamos também finalizar os trabalhos decorrentes, e iniciar novos, viabilizando principalmente a geração de emprego.
 
Consegue conciliar família e o meio profissional?
É uma grande opção de vida. Posso dizer que é uma renúncia pela família, pois nunca consigo estar presente nos dois. Para conseguir desempenhar com mais intensidade a vida profissional, precisamos estar sempre presentes com o povo, e com isso, pecamos em outros vínculos, principalmente no familiar.
 
O que espera para 2021?
Prevemos um ano com muitos investimentos e realizações. Pretendemos fazer uma gestão ainda melhor, mas sabemos que os reflexos dessa pandemia irão refletir no próximo, e os efeitos ainda serão sentidos a frente. Mas com muita cautela, conseguiremos colher muitos frutos.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »