29/10/2021 às 16h30min - Atualizada em 29/10/2021 às 16h30min

Onde está Jesus?

Coluna de opinião do jornal impresso

Em menos de 60 dias estaremos vivendo o Natal 2021, como andam seus projetos natalinos? No corre-corre do dia a dia, quase sem tempo para pensar dou-me conta de que estou na véspera do Natal! Meu Deus e agora como será que vou me organizar com os custos do Natal? Presentes para amigos, para a namorada ou esposa e para a família? Ponho-me a pensar, como farei para dar conta desses custos e de tudo em tão pouco tempo?
Infelizmente esse é um fato comum. Lembrar-se de todos menos o homenageado, o aniversariante do dia. Aquele que deveria ser o centro de nossas atenções na maioria das vezes fica de lado. Jesus acaba sendo o grande esquecido.
Ainda é tempo de pensar no verdadeiro Natal, dá tempo de fazer uma pausa nos afazeres e lembrar-se dos seus irmãos menos favorecidos. Que tal começar por aqueles que trabalharam um ano a seu lado, sem ao menos procurar conhecer seus sonhos, suas angustias, suas dores, o que poderia lhes trazer mais alegria? Conhecer melhor seus familiares, o que os tornaria mais próximos de você? Conhecer melhor a si mesmo, fazendo uma reflexão sobre a finalidade da sua vida?
Ainda dá tempo! Mergulhe no seu interior e procure dentro de você: Onde está o Menino Deus? Que lugar Ele ocupa em sua vida? Se for difícil peça ao Espírito Santo certamente ele te iluminará e você encontrará o real sentido da festa de Natal, afinal não se faz festa sem que o aniversariante esteja presente. Quando nos preparamos para uma viagem temos o cuidado de planejar onde ou quem vamos visitar, se fomos visitar familiares ou amigos é de praxe levar uma lembrança ou um mimo, especialmente para a dona ou donos da casa, seria indelicado esquecê-los, não é?
Assim é extremamente injusto, nos preocuparmos com tudo menos com o menino Jesus, que deve renascer no coração de cada cristão no dia de Natal. O menino Jesus não está interessado se vamos ter luxo e requinte na Ceia de Natal, se nossas casas serão iluminadas com pisca-pisca e enfeites coloridos, ele está interessado em nossos corações e como anda nossa vida fraterna.
É tempo de reconciliação, de perdão e de cura da alma, é tempo de caridade é tempo de viver o amor verdadeiro, não é tempo de julgamento, e sim de compreensão e de: “Amar o próximo como a ti mesmo”, Cf. (Mt 22,39). Esse é mandamento que Ele nos deixou.
Que nossos corações se abram à verdadeira vivência desse espírito natalino, e nossa festa seja de alegria, amor e paz. Feliz preparação para um Santo Natal.
 
Por: Reinaldo Guimarães
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »