19/11/2020 às 05h34min - Atualizada em 19/11/2020 às 05h34min

Jovens procuram mais pelos cursos à distância

A afirmação é da gestora da Uninter cedrense, Andreia Perin, que diz que esse aumento não é novidade, ainda mais na pandemia

Carla Sampaio
Da redação
A pandemia certamente é um dos fatores responsáveis pelo aumento das buscas por cursos de Educação a Distância (EAD). Devido ao isolamento social, imposto como medida de contenção ao vírus, muitos estudantes passaram a permanecer mais em casa, com isso, as universidades e escolas tiveram que fechar suas portas físicas e abrir espaço ao mundo digital. Com o aumento da demanda, a oferta por cursos de alto nível também se fortaleceu.  
As instituições mais renomadas passaram a apostar cada vez mais no sucesso da educação à distância para pós-graduações, tendo em vista a comodidade, economia de tempo e flexibilidade, que permitem estudar em qualquer lugar e horário. O Censo da Educação Superior, divulgado em 2018, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), já demonstrava que um em cada cinco estudantes matriculados no ensino superior estudava a distância. A avaliação é da gestora do Polo Uninter, de São José do Cedro, Andreia Perin.
De acordo com ela, não é novidade o aumento da busca por cursos de ensino superior a distância, mas em tempo de pandemia isso ficou ainda mais evidente. “Por mais que o número de pessoas que possuem o ensino superior é baixo, esse salto no número se deve especialmente ao grande acesso à internet”, relata enfatizando que uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) diz que em torno de 15% da população possui esse ensino.
Contudo, Andreia ressalta que a busca por cursos na área de marketing digital tem aumentado nos últimos tempos, especialmente a partir da pandemia, quando as empresas passaram a inovar e utilizar mais a internet para manter seus negócios.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »