05/03/2021 às 08h18min - Atualizada em 05/03/2021 às 08h18min

A corrida dos sentimentos

Coluna de opinião do jornal impresso

Da redação
Era Sol. Todos os sentimentos se preparavam para a grande corrida. A ansiedade chegou primeiro. Não via a hora de começar. A dúvida foi a última a chegar, estava sempre questionando onde essa corrida ia dar. A derrota desistiu antes mesmo de começar. A alegria deu um salto à frente e disse: - Vamos lá!
              Todos se preparavam para a largada: 3, 2, 1, já! A tristeza põe-se a chorar. “Como vou conseguir chegar lá?” A dor levou um tombo e começou a gritar. A intolerância berrou: -Cale essa boca já! E a dor respondeu:
              - Não aguento mais, vou parar.
A coragem falou em voz alta: - Vamos amigos, todos nós podemos ganhar! A inveja logo se manifestou: “Não sei pra que encorajar!” A esperança falou alto: “Estamos perto de chegar!”
              O amor sempre quietinho, observava tudo, resolveu falar:
              -  O que acham de todos juntos darmos as mãos e pararmos de brigar? A vida é curta pra perdermos tempo. Podemos cada momento aproveitar!
              E assim, todos os sentimentos deram as mãos e ganharam juntos a corrida. A dúvida que não sabia se daria certo, chegou lá. A ansiedade viu que não valia a pena se desesperar. A derrota foi vencida pela esperança. A tristeza se animou com o salto da alegria. A dor foi encorajada com as palavras da coragem. A inveja foi vencida pelo amor e a esperança sempre acreditou.
              Nós também vivemos numa corrida camada vida. Em alguns momentos a dor grita e quer parar. A ansiedade não nos deixa aproveitar os bons momentos. A dúvida chega e trás angustias para o coração. A coragem nos ajuda a caminharmos mais umas milhas. A tristeza mais uma vez nos faz parar. A inveja olha pro outro e começa a reclamar. A intolerância não aceita nada, mas o amor, Ah! O amor!... O amor suporta todas as coisas, acredita em todas as coisas, espera todas as coisas. O amor nunca acaba. Ainda que tenhamos maus momentos, o amor nos faz aguentar. Se não fosse o amor, a Fé, carinho e gratidão nada aconteceria.
              E nós, como poderíamos caminhar?
 
De autor desconhecido
Por [email protected]
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »