18/05/2021 às 15h40min - Atualizada em 18/05/2021 às 15h40min

CRAS realiza campanha contra o abuso de crianças e adolescentes

O CRAS de Palma Sola trabalhou remotamente durante toda a pandemia, as famílias cadastradas participaram das campanhas realizadas pelo CRAS, inclusive da campanha do dia 18 de maio

Da redação
Divulgação : As crianças ilustraram a campanha, nos desenhos as crianças pedem para serem ouvidas, elas pedem amor e segurança.
Desde o início da pandemia o CRAS de Palma Sola vem trabalhado de modo remoto com as 80 famílias cadastradas no Centro de Referência de Assistência Social. No mês de maio – junto a estas famílias – foram trabalhadas atividades referentes ao dia 18 de maio, dia nacional do combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Foram montadas apostilas sobre assunto, com atividades lúdicas para as crianças, muitas das famílias mandaram devolutivas das atividades e as crianças fizeram desenhos que serão utilizados na campanha que o CRAS realizará do no dia 18.
 
Campanha do dia 18 de maio
No dia 18 o CRAS realizará um pedágio na praça do Monumento das Aves, entregaremos folders com informações sobre o abuso e onde denunciar. “Também iremos desenvolver uma fala na rádio, falando sobre o assunto” conta Marilde Sandri, uma das coordenadoras do CRAS.
No município as equipes atendem constantes casos de violência contra crianças e adolescentes. “Em municípios pequenos como o nosso, os casos são frequentes e as denúncias são poucas” diz Marilde, as pessoas não querem se indispor com seus vizinhos e acabam não denunciando. “Temos que lembrar estas pessoas que os canais de denúncia são anônimos, e que denunciar pode salvar a vida de uma criança”, conclui ela.
 
Pandemia e o abuso
Com a pandemia as crianças pararam de frequentar a escola e os centros de convivência, elas passavam a maior parte do tempo isoladas em casa e possivelmente isoladas na companhia do seu agressor, já que, na maioria dos casos o agressor é próximo da criança, pode ser um pai, um avô, um primo, um tio ou um vizinho.
A escola tem um papel muito importante na hora de denunciar, é na escola que muitas vezes as crianças e adolescentes buscam refúgio, é o lugar onde os professores percebem as mudanças que podem sugerir um abuso, e é pela escola que ocorrem a maior parte das denúncias. “Nesse momento de pandemia uma criança que já era vulnerável agora tem mais riscos de sofrer violência, pois ela não tem a escola como rede de apoio” finaliza a coordenadora Marilde.


Receba as notícias do Portal Sentinela do Oeste no seu telefone celular! Faça parte do nosso grupo de WhatsApp através do link: https://chat.whatsapp.com/Bzw88xzR5FYAnE8QTacBc0

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »