14/12/2021 às 08h26min - Atualizada em 14/12/2021 às 08h26min

Família Prato difícil de preparar

Coluna de opinião do jornal impresso

Estamos próximos do Natal os preparativos avançam. Donas de casa separam as melhores receitas. Neste ano, este Colunista, tem a ousadia de apresentar também uma receita.
Família é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes, reunir todos é um problema, principalmente nas festas de fim de ano. Pouco importa a qualidade da panela, fazer uma família exige coragem, devoção e paciência. Não é para qualquer um, às vezes dá vontade de desistir, outros preferem o desconforto do estômago vazio. Mas a vida, (azeitona verde no palito) sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite. O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares. Feito milagre, a família está servida.
      E você? Como saiu no álbum de retratos? Seja quem for, reúna essas tantas afinidades e antipatias que fazem parte da sua vida. Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados. Logo, você estará cheirando a alho e cebola. Não se envergonhe de chorar. Família é prato que emociona, a gente chora mesmo. De alegria, de raiva ou de tristeza.
 Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco. Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa.
Atenção com os pesos e medidas. Uma pitada a mais disso ou daquilo é um verdadeiro desastre. Família é prato extremamente sensível. É preciso ter boa mão, principalmente na hora que decidir meter a colher. Saber meter a colher é arte. Uma grande amiga desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada.
O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem. Há famílias doces. Outras amargas. Outras apimentadíssimas. Há também as que não têm gosto de nada, que você suporta só para manter a linha. Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente. Uma família fria é impossível de se engolir.
O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer. Se puder saborear, saboreie. Aproveite ao máximo. Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete.
 
Fonte de pesquisa: (O Arroz de Palma) de “Francisco Azevedo”.


Por: Reunaldo Guimarães 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »